• press

Financiamento BNDES


Conz (terceiro à direita) com o secretário Megale. Crédito: Washington Costa - Sepec/ME.


O presidente da Anamaco, Cláudio Conz, esteve nesta quinta-feira (8) em Brasília para participar de uma importante reunião com o secretário Caio Megale onde foram discutidas questões como as novas linhas de financiamento do BNDES e uma apresentação sobre a simplificação tributária.


"O governo demonstra dia após dia seu compromisso com a economia e o setor", diz Cláudio Conz, presidente da Anamaco.


Segundo Conz, além da questão dos impostos que serão simplificados sem aumento da carga, o Ministério da Economia também prepara um novo programa para fomentar os negócios: Doing Business- Alvarás da Construção.


Para Conz, as propostas de informatizaçãos dos cartórios será fundamental para agilizar os registros de imóveis e expedição de alvarás. "Sem dúvida isso estimula as pessoas e empresas a construirem e reformarem seus imóveis", completa.


Construcard


"Foi um encontro muito positivo: a Caixa continua oferecendo o Construcard, que é fundamental para o varejo de material de construção", diz Conz. O presidente da Anamaco afirma que até este mês, o governo federal já disponibilizou 25 milhões de reais. "Porém, o orçamento até o fim do ano é de 4 bilhões de reais, um número expressivo que novamente demonstra todos os esforços da equipe econômica", completa.


Outro assunto abordado foi a Semana do Brasil, iniciativa do governo federal que acontece entre 6 e 15 de Setembro: "A proposta é incentivar o consumo dos mais de dois milhões de pessoas físicas que tem crédito já aprovado com taxas de juros diferenciadas neste período".


Para Conz, esta medida deve estimular o setor, que tem um segundo semestre melhor que o primeiro no varejo de material de construção. "A ideia é retomar o projeto das lojas associadas poderem fazer todos os procedimentos de crédito de maneira simplificada", explica o presidente da Anamaco.


"Também teremos condições especiais para os comerciantes associados, melhorando o ambiente de negócios", completa.


As lojas receberão ainda um material promocional para a Semana do Brasil como cartazes, folhetos e panfletos. "E tudo setá disponibilizado de uma maneira simples, fácil e segura pela internet", pontua Conz.

123 visualizações