Um marco na história: Anamaco lança livro sobre os 60 anos de associativismo no varejo da construção


Um marco significativo na trajetória da ANAMACO é, certamente, o lançamento do livro intitulado “60 Anos de Associativismo no Varejo da Construção – ANAMACO Construindo um Legado há 40 anos”. O presidente da Anamaco, Cássio Tucunduva, destaca no livro o prazer de reviver a história. “Folhear esse livro é como fazer uma viagem no tempo. Desde a criação da primeira Acomac, no complicado ano de 1964, até hoje, quantas conversas, negociações, convencimentos, tratos e distratos foram necessários para consolidar o associativismo no setor de varejo de material de construção. Mas conseguimos. Hoje a Anamaco é uma entidade reconhecida e respeitada pelas empresas que dela são sócias, pela indústria, governos e pela sociedade brasileira”, relata.


Além da fundação da primeira Acomac em Campinas/SP por José Olavo Nogueira, em 04 de agosto de 1964, outros assuntos igualmente incríveis serão possíveis encontrar no livro como o primeiro grande embate nacional, em 1986, contra os abusos da SUNAB; a criação da Universidade Anamaco, em 2003; os instrumentos de facilitação de crédito, como o cartão Anamaco, e a luta contra o fechamento das lojas durante a pandemia de COVID-19.


Uma jornada documentada no varejo da construção


Segundo a jornalista e historiadora Tatiana Lanzelotti, que participou da sua produção, foram necessários três meses de processo, incluindo pesquisas em jornais, revistas e entrevistas. “Aprendi muito nesse processo, não só sobre a importância da Anamaco e das Acomacs, mas sobre o associativismo como um todo. Tenho muito orgulho desse trabalho e espero que ele chegue a um grande número de pessoas”, enfatiza. A BB Editora, responsável pela publicação, conversou com 53 pessoas, entre entrevistados e personalidades que forneceram depoimentos.


Muitas pessoas estiveram envolvidas na produção deste livro, desde a equipe da BB Editora (Renata Hernandes, Tatiana Lanzelotti, Rafael Sanches, Andréa Mota, Patrícia Miranda, Elaine Isiama e Jéssica Santos) até um Comitê ANAMACO que participou de todas as etapas e da sua aprovação integral (Cássio Tucunduva,  Geraldo Defalco, Pedro Bitiati, Wellington Bezerra, Irenir Montenegro e Geh Moura).


Um legado da ANAMACO: construindo conhecimento


De acordo com a diretora comercial, Renata Hernandes, a BB Editora mantém uma parceria de 10 anos na produção de livros sobre o setor, mas pela primeira vez trabalharam na produção de uma obra contando a história da Anamaco e do associativismo. “Trabalhar com a Anamaco é sempre um grande prazer”, destaca. 


“A ampla adesão das empresas parceiras mostra a importância desta entidade para o setor e, para mim, como diretora comercial da BB Editora é uma grande honra ver esse belo livro repleto de uma bela história tão significativa e marcante, além de estar repleto de marcas tão relevantes”, afirma Renata Hernandes.


Até o fechamento desta matéria, a produção do livro contou com grandes marcas, como as empresas Eternit, Ferreira Costa & Cia, Fortlev, Futura Tintas, Gerdau, Grupo Martins, IFC/Cobrecom, Indutil, Iquine, Luckscolor, Mizu Cimentos, Norton Abrasivos Brasil, Pado, Perin Casa & Construção, Pincéis Atlas e Quartzolit.


Posts Recentes