Varejo de material de construção agora é considerado serviço essencial em novo Decreto Federal


A direção da Anamaco e os presidentes das demais entidades que compõem o ecossistema de material de construção, neste momento estão com o sentimento de ter cumprido a missão institucional nas relações governamentais. Isto porque, no decreto nº 10.329 de 28 de abril de 2020, a atividade de comércio de material de construção está dentre as essenciais.

No entanto, segundo a direção da entidade, é muito importante ressaltar que, apesar desta conquista, ainda há muito a ser feito para que as pessoas se sintam plenamente seguras e possam retomar as suas atividades de rotinas, pois o país ainda depende de providências da ciência em apresentar vacinas e tratamentos adequados à saúde daqueles que forem contaminados pela Covid-19.

“A luta de todos nós da Anamaco e das entidades parceiras resultou nesta conquista, a qual podemos classificar como um marco para a história do nosso mercado de varejo de material de construção”, ressalta otimista, Geraldo Defalco, presidente da Anamaco.

Para Waldir Abreu, superintendente da Anamaco, a missão institucional está cumprida!

“mas por outro lado ainda continuamos na luta para que as pessoas se sintam seguras e possam voltar a frequentar as lojas de material de construção. De todo modo, esta conquista entrará para a história da Anamaco e de suas Acomacs. Esperamos que o comerciante receba apoio das instituições financeiras e, em especial da Caixa, para poder sobreviver a esta pandemia”, ressalta o superintendente.


Confira o Decreto Federal aqui!

1,639 visualizações

Receba nossas novidades e informações setoriais!

LOGO BRANCO - ALVO FULL.png
  • Curta nossa Página!
  • Siga-nos no Instagram
  • Siga-nos no Twitter!
  • Acompanhe-nos no LinkedIn!

© 1984 - 2020 Anamaco - Todos os direitos Reservados. Desenvolvido por Organix Comunicação.